Como ferramentas online podem ajudar na transparência da sua OSC

ferramentas-online-na-transparencia

Existe algo que faria com que você doasse mais para organizações do Terceiro Setor?

Esta foi uma das perguntas presentes no questionário da pesquisa Doação Brasil 2015, realizada pelo Instituto pelo Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) com o intuito de entender e mapear os hábitos de doação dos brasileiros.

Entre as cinco respostas mais citadas pelos entrevistados estavam “saber como o dinheiro está sendo usado” e “entidade transparente, que presta contas”. Ou seja, a transparência é um aspecto fundamental a ser trabalhado pelas organizações para aumentar a confiança de pessoas interessadas em ajudar, impulsionando ações concretas.

E a internet é um dos caminhos a serem explorados neste sentido. Saber trabalhar a comunicação online e utilizar ferramentas para ampliar o acesso às informações da sua organização, tangibilizando os impactos das doações e aproximando o público da instituição,  são ações que não podem mais ser deixadas de lado.

Mas os números mostram que, no Brasil, muito ainda pode ser desenvolvido neste aspecto.  Segundo a terceira edição da pesquisa TIC – Organizações Sem Fins Lucrativos, realizada pelo Cetic.br para investigar os usos das tecnologias de informação e comunicação (TIC) nas organizações sem fins lucrativos brasileiras, apenas uma a cada quatro entidades que possuem websites utilizaram este meio para publicar informações e balanços sobre prestação de contas. Já entre as organizações com perfis ativos nas redes sociais, somente cerca de 35% afirmaram postar informações relativas à prestação de contas.

Para preencher esta lacuna e mostrar como as ferramentas online podem efetivamente contribuir para a transparência de uma OSC, selecionamos quatro boas dicas que a sua organização precisa colocar em prática!

1 – Transparência online: no seu site

A presença online não pode mais ser encarada pelas OSCs como uma possibilidade, e sim como uma necessidade. E essa presença começa pelo item mais básico: o site. De acordo com a pesquisa sobre TICs que mencionamos na introdução deste artigo, apesar de 67% das organizações estarem presentes na internet, apenas 37% delas possuem um site.

Além de ser o cartão de visitas online da sua organização, o site – quando bem construído – é como um mobilizador para que diversas ações sejam realizadas. Por isso, ele deve ser uma prioridade no seu planejamento de comunicação. Invista em um site responsivo, completo e atualizado, que entregue conteúdo relevante sobre a organização sem que a pessoa precise ficar navegando muito tempo para encontrar informações importantes, como nomes e currículos da sua equipe, formas de entrar em contato e relatórios de balanço financeiro.

2 – Transparência online: em seu conteúdo

Números não precisam ser chatos. Explorar os dados de um relatório de balanço financeiro, por exemplo, pode ir muito além de um arquivo disponível para download com diversos gráficos e tabelas. Procure visualizar os dados como meios de mostrar resultados tangíveis alcançados pela sua organização: não foque apenas em quanto dinheiro foi arrecadado, conte histórias através dos números.

Utilize o e-mail marketing para mandar notícias sobre suas atividades e sobre o impacto delas na vida das pessoas. Crie séries de posts nas redes sociais para traduzir dados de relatórios em informações pontuais, com capacidade de engajar o público. Transforme esses relatórios em apresentações ricas em imagens e em cases, e divulgue-os em ferramentas como o Slideshare. Faça webinars com pessoas de diversas áreas da sua equipe explicando como sua organização tem atuado, compartilhando conhecimento e criando autoridade em seu segmento.

3 – Transparência online: aproveite iniciativas

Sua organização não precisa se restringir aos próprios canais para mostrar compromisso com a transparência. Existem diversas iniciativas nas quais você pode se engajar para ampliar sua comunicação neste sentido. Uma delas é o Portal Transparência, uma ferramenta de busca de informações sobre ONGs que tem a proposta de dar visibilidade para organizações que trabalham pela transparência.

No portal, você pode fazer o cadastro da sua organização e fornecer dados sobre identidade, gestão, resultados e parcerias. Ele também permite que as ONGs participantes gerem relatórios sobre sustentabilidade e interajam com os visitantes. Além disso, as organizações participantes recebem anualmente o Selo Compromisso com a Transparência.

O Selo ONG Transparente, do Instituto Doar, também auxilia nesse processo, validando que a sua organização utiliza de ferramentas que facilitam o acesso das pessoas à transparência. Os critérios para ser certificado são: página de Facebook, página de contato, página de doação, missão, projetos e ações, área geográfica, Estatuto, diretoria e conselho, relatório anuais e demostrações contábeis.

4 – Transparência online: utilize os dados de ferramentas de doação

Até agora, já vimos como explorar diversos formatos de conteúdo em seus canais de comunicação é uma das formas de trabalhar a transparência da sua organização. Também vimos como você pode fazer isso através de outras iniciativas disponíveis na rede. Mas existe muito mais a ser feito!

Quando a sua organização amplia os canais para captação de recursos e passa a contar com ferramentas de doação – como a que desenvolvemos aqui na Doare, ela ganha acesso a dados valiosos sobre o fluxo de doações, que podem ser exportados e utilizados na ampliação das informações sobre a sua organização. Com estes dados, é possível entender melhor o comportamento do seu público e trabalhar com mais assertividade em ações para engajá-lo em favor da sua causa. Ou seja, podemos promover a fidelização dos doadores

Animado para começar a utilizar melhor a internet em favor da transparência da sua organização? Se você ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre como fazer parte da Doare, fale com a gente!